Linhas de alta tensão são um perigo para a saúde pública, alerta a CDU

24 Set 2011 / 18:29 H.

    Coágulos sanguíneos são, para já, os sintomas detectados nas populações que vivem sob as linhas de alta tensão na Madeira. O alerta foi lançado hoje por Luísa Apolónia, deputada dos Verdes, que esteve na Região para participar numa acção de pré-campanha da CDU.

    A deputada na Assembleia da República esteve em Santa Maria Maior, no Funchal, e na Ribeira Brava onde a população se queixou das linhas de alta tensão. O barulho à noite, os problemas neurológicos e o aparecimento de coágulos sanguíneos foram algumas das queixas relatadas.

    Luísa Apolónia ouviu também relatos sobre as coberturas e os revestimentos de amianto, que são muitos ainda na Madeira. A parlamentar do Partido Os Verdes lembrou que, em muitos casos, as coberturas estão danificadas, o que as torna ainda mais perigosas para a saúde pública. Em ambos os caso, no amianto e nas linhas de alta tensão, a situação é perigosa para a saúde pública. 

    Outras Notícias