Suspeita de um madeirense de 40 anos infectado no Hospital do Funchal

02 Jun 2011 / 22:23 H.

Um doente que esteve na Alemanha está internado no hospital dr. Nélio Mendonça, no Funchal, com suspeita de infecção pela bactéria E.coli, desconhecendo-se ainda a estirpe, disse hoje à Lusa o diretor clínico da unidade de saúde.

Segundo o médico Miguel Ferreira, o doente, de 40 anos, "é madeirense, residente na Madeira e esteve recentemente na Alemanha numa missão laboral".

Adiantou que foi observado nesta unidade hospitalar do Funchal inicialmente com uma gastroenterite, um quadro que evoluiu para um "abcesso apendicular" (apendicite) e "quando começaram a surgir as notícias destes casos foi feita a análise, tendo-se confirmado que era a bactéria".

"Tudo faz pensar que se possa configurar uma situação destas, mas estamos a aguardar a confirmação do Instituto Ricardo Jorge para saber se é daquela estirpe" que está a causar problemas na Europa, principalmente na Alemanha, acrescentou o responsável clínico.

Admitiu que, "pela história clínica do doente, poderá ser um dos casos" de infecção pela bactéria E.coli, garantindo que a situação do paciente "está em boa regressão".

A Direção-Geral da Saúde afirmou hoje que há três doentes em observação com suspeita de infeção pela bactéria E.coli, provenientes da Alemanha, que estão a ser sujeitos a exames.

Um surto infeccioso da bactéria Escherichia coli (E.coli) foi detetado na Alemanha na semana passada, tendo entretanto provocado 18 mortos e afetado milhares de pessoas. Morreram 17 pessoas na Alemanha e uma na Suécia.

Apesar de as autoridades terem inicialmente atribuído o surto à contaminação de pepinos espanhóis, a origem da infeção continua desconhecida. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou tratar-se de uma nova estirpe nunca antes detetada da bactéria.

O Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA) está a analisar várias dezenas de amostras de legumes, principalmente pepinos, alfaces, curgetes e pimentos, para detetar a presença da bactéria.


 

Lusa