Vitória inédita sobre a Noruega leva Portugal ao jogo pelo ‘bronze’

Selecção nacional feminina ganhou à sétima tentativa as nórdicas, desta feita na Algarve Cup

05 Mar 2018 / 22:26 H.

A seleção feminina de futebol de Portugal teve hoje mais um resultado muito positivo, ao bater a Noruega por 2-0, resultado que a coloca no jogo pelo terceiro e quarto lugares da Algarve Cup.

O resultado do jogo, disputado no Parchal, devido ao mau estado no Estádio Algarve, deixa as lusas imbatidas no torneio, com duas vitórias e um empate, o que não chegou, no entanto, para ir à final do torneio e nem sequer para ganhar o grupo A.

As portuguesas fecham com sete pontos, tantos quantos teve a Austrália, também no grupo A, a Suécia, no grupo B, e a Holanda, no grupo C.

O regulamento específico do torneio coloca os dois melhores primeiros na final e para o terceiro lugar emparelha o pior dos vencedores com o melhor dos segundos - e aqui a diferença fez-se por diferença de golos, com a Holanda (9-4) a ser melhor que a Suécia (7-2) e também que Austrália (6-3) e Portugal (4-1).

Com os jogos dos grupos B e C já disputados, a meio da tarde, Portugal entrou em campo com uma missão tremenda, já que precisaria de marcar mais três golos para fazer melhor que suecas e holandesas e esperar que a Austrália não goleasse.

Era a sétima vez que as duas seleções se encontravam e, nas seis primeiras ocasiões, a Noruega sempre ganhou, o que atesta bem a qualidade do resultado. A última vitória norueguesa aconteceu em 08 de março de 2017, também na Algarve Cup, então com 2-0 a favor das nórdicas, já por quatro vezes campeãs do torneio algarvio e 24 lugares acima de Portugal no ‘ranking’ FIFA.

Cláudia Neto, aos 36 minutos, e Diana Silva, aos 48, fizeram os golos da equipa lusa, que apenas quebrou na parte final, visivelmente desgastada e sem capacidade para ampliar o resultado. Ao mesmo tempo, fica o feito de ter tido a defesa menos batida das 12 seleções, com um golo apenas sofrido.

Para o jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares segue também a Austrália - as ‘matildas’ jogaram à mesma hora em Albufeira e bateram a China, por 2-0.

A exemplo das portuguesas, as australianas ficaram com o resultado ‘escasso’ para chegar à final e não conseguem melhor que marcar novo encontro com a seleção anfitriã, com que empataram 0-0 na fase de grupos.

No final, a Austrália ganha o grupo A com sete pontos (6-3 em golos), à frente de Portugal, também com sete (4-1), Noruega, com três (5-6) e China, sem pontos (1-6).

A seleção mais concretizadora desta fase da prova acabou por ser a Holanda, vencedora do grupo C após um nulo final com a Islândia. Valeu a goleada conseguida ante o Japão (6-2) para desequilibrar as coisas a seu favor.

Na última jornada do grupo, as nipónicas redimiram-se com o 2-0 à Dinamarca.

A Holanda ganha o grupo com sete pontos, o Japão chega aos seis, a Islândia aos dois e a Dinamarca a um.

Quanto à Suécia, só hoje ficou claro que ganhava o seu grupo, o B, já que à entrada para a última jornada a indefinição ainda era grande. Ambos os jogos de hoje fecharam com 3-0, com a Suécia a ganhar à Rússia e o Canadá a vencer a Coreia do Sul.

No final, a Suécia termina com sete pontos, o Canadá com seis, a Coreia do Sul com quatro e a Rússia sem pontuar.

Outras Notícias