Treinador do Marítimo reconhece bom momento do Benfica, mas quer pontuar na Luz

Ibson chamado no Marítimo para jogo de sábado

02 Mar 2018 / 14:07 H.

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, admitiu hoje que será complicado defrontar o Benfica, que atravessa um bom momento, mas ambiciona pontuar no sábado na Luz, em partida da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

“Vamos procurar, com as nossas armas, com o que nós temos de positivo, tentar contrariar o Benfica, explorar as nossas ações ofensivas e, com isto tudo, tentar um resultado positivo, que é no que nós estamos a pensar”, vincou na conferência de imprensa de antevisão.

O histórico não é favorável para o Marítimo, como o próprio Daniel Ramos reconheceu, pois a última vez que os insulares saíram do Estádio da Luz com pontos foi um empate (1-1) conseguido na época 2009/10.

Desde então, o Marítimo perdeu os dez últimos confrontos com os ‘encarnados’ na condição de visitante, tendo sofrido 36 golos e marcado apenas quatro.

A piorar a situação, o Benfica está a atravessar a melhor fase no campeonato esta temporada, com quatro triunfos seguidos, o que leva o técnico a reconhecer que não é a melhor altura de defrontar o conjunto de Rui Vitória.

“[Não vai ser fácil] Pela qualidade de jogo do Benfica, pelo histórico conseguido em casa, que é muito significativo em termos de golos e oportunidades criadas, pela capacidade de resposta que o Benfica tem tido nos jogos em que sente maior dificuldade, e a prova disso é o último [vitória 3-1 no terreno do Paços de Ferreira]”, justificou.

Daniel Ramos sabe que quem atravessa “ondas positivas”, torna-se complicado haver contratempos, mas garante que não é apologista de ‘autocarros’.

“Não chegarmos encolhidos, fazermos o nosso jogo, tentarmos defender longe da área... Muitos requisitos e isto obriga também competência e estarmos a um nível muito alto, o que não é fácil, mas vamos tentar”, referiu.

O avançado brasileiro Jonas, melhor marcador do campeonato, com 27 remates certeiros, vai merecer atenção especial, sem esquecer os restantes jogadores.

“O Benfica vive do todo. É uma equipa dinâmica neste momento, tem um registo elevado de oportunidades de golo, em que vários jogadores entram nelas, e sabemos que não podemos estar preocupados apenas com um jogador, embora o Jonas é um caso evidente que, se lhe dermos espaço e oportunidades, é um jogador que tem grandes probabilidades de as concretizar”, comentou.

A moral dos ‘verde rubros’ melhorou na última semana com o triunfo (3-2) diante do Vitória de Guimarães, que permitiu colocar um ponto final numa série de nove jogos sem ganhar na I Liga, o que estabeleceu alguma “normalidade” no seio da equipa.

Daniel Ramos assegurou que não muda de personalidade na vitória ou na derrota e que tenta e tentará sempre fazer o melhor possível pelo Marítimo.

“Acho que é ser mau treinador quando se modifica personalidade e comportamentos na derrota. Isso não faço. Tento sim fazer uma análise correta do que estamos a fazer e daquilo que precisamos de fazer. O que eu ando a fazer é ser o treinador do Marítimo, que tenta fazer o melhor possível para ter resultados e que está a aproveitar ao máximo a oportunidade de treinar na I Liga”, salientou.

O Marítimo, oitavo classificado, com 33 pontos, visita o Benfica, segundo, com 59, no sábado, com início marcado para as 18:15.

Ibson chamado no Marítimo para jogo com o Benfica

O extremo Ibson é a única novidade na convocatória do Marítimo, hoje divulgada, para o jogo de sábado com o Benfica, no Estádio da Luz, para a 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O brasileiro entra para o lugar de Edgar Costa, que se lesionou na ronda anterior, em que os madeirenses venceram em casa o Vitória de Guimarães, por 3-2.

Também de fora por questões físicas continua o médio Filipe Oliveira.

O Marítimo, oitavo classificado, com 33 pontos, visita o Benfica, segundo, com 59, no sábado, com início marcado para as 18:15.

Lista de 18 convocados:

- Guarda-redes: Charles e Amir.

- Defesas: Bebeto, Zainadine, Pablo, Diney, Luís Martins, Fábio China e Rúben Ferreira.

- Médios: Gamboa, Fábio Pacheco, Jean Cléber e Fabrício.

- Avançados: Ibson, Jorge Correa, Ricardo Valente, Rodrigo Pinho e Joel.

Outras Notícias