Sporting confirma buscas em instalações e detenção de dois colaboradores

16 Mai 2018 / 16:28 H.

O Sporting confirmou hoje, em comunicado, a realização de buscas em instalações do clube, no âmbito de uma investigação que se encontra em segredo de justiça, e indica que dois colaboradores foram constituídos arguidos.

Num curto comunicado, o Sporting garante que “confia na justiça” e assegura que “prestou e prestará toda a colaboração necessária ao apuramento da verdade”.

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou ao final da manhã a detenção de quatro pessoas durante buscas realizadas na SAD do Sporting, em Alvalade (Lisboa), por “suspeitas de corrupção ativa”.

Em comunicado, a PJ adianta que a operação ‘Cashball’ envolveu 40 elementos da PJ e incluiu uma dezena de buscas domiciliárias e num clube desportivo (Sporting).

Segundo o jornal Correio da Manhã, os quatro detidos são: Gonçalo Rodrigues, funcionário do clube, e André Geraldes, diretor desportivo do futebol do Sporting, e Paulo Silva, João Gonçalves -- que não tem ligações oficial com os ‘leões.

Tópicos