Sporting cede primeiros pontos ao empatar 1-1 com Moreirense

23 Set 2017 / 21:09 H.

O Sporting cedeu hoje pontos na luta pela liderança, ao empatar 1-1 em casa do Moreirense, num jogo da sétima jornada da I Liga de futebol, no qual os ‘leões’ estiveram em desvantagem.

Com uma ‘bomba’ de Rafael Costa, aos 43 minutos, o Moreirense foi para o balneário a ganhar e, na segunda parte, aos 60, foi preciso um autogolo de Mohamed Aberhoun para que o Sporting, que até esta noite estava 100% vitorioso e acompanhava o FC Porto no topo da tabela, conseguisse a igualdade.

A uma semana do ‘clássico’ que levará o líder a Alvalade, o Sporting fica em segundo com 19 pontos, menos dois do que o FC Porto, que na sexta-feira goleou o Portimonense por 5-2. Já o Moreirense é 16.º, somando agora seis pontos.

No Sporting, a grande novidade no ‘onze’ foi a ausência de Acuña. Jorge Jesus deixou o argentino descansar, chamando para o seu lugar Bruno César.

Já Manuel Machado fez quatro alterações na equipa, com Koffi a jogar no lugar do lesionado Sagna. Neto, Rafael Costa e Ronaldo Peña foram as restantes novidades.

A equipa de Moreira de Cónegos entrou em campo personalizada e a mostrar que arriscaria e não se conformaria em jogar apenas na sua zona defensiva. Os minhotos conseguiram mesmo meter o ‘leão’ em sentido, quando, logo aos cinco minutos, Tozé rematou forte de longe, mas para fora.

O Sporting respondeu com Alan Ruiz a rematar em arco para fora (08 minutos), mas o jogo manteve-se repartido, com as duas equipas muito encaixadas, a privilegiar a transição rápida de bola.

O minuto 43 marcou a primeira parte. O Sporting chegou a festejar golo, após um cabeceamento de Alan Ruiz, mas Luís Godinho já tinha apitado para parar a jogada por falta de Bas Dost sobre Jhonatan, no reatar da partida, o Moreirense marcou.

Rafael Costa, solto à esquerda, aproveitou um mau alívio dos ‘leões’ para ‘fuzilar’ as redes de Rui Patrício e fazer o primeiro tento do encontro, o primeiro caseiro dos ‘cónegos’ nesta I Liga, colocando, pela primeira vez, o Sporting em desvantagem neste campeonato.

Na segunda parte, a equipa visitante regressou mais decidida e pragmática e o empate surgiu com alguma felicidade, graças a um autogolo de Mohamed Aberhoun, aos 60 minutos.

Tozé ainda respondeu e rematou para defesa apertada do guardião sportinguista, aos 62 minutos, mas Gelson Martins mostrou com um remate, que esbarrou na trave (66 minutos), que, a uma semana do ‘clássico’ com o líder FC Porto, só a vitória servia ao Sporting.

Até ao final do jogo, o Sporting manteve a pressão máxima sobre os minhotos, que foram perdendo a capacidade de contra-atacar, mas, apesar dos muitos esforços e das bolas bombeadas, foram escassas as oportunidades que se traduziram em real perigo a favor dos sportinguistas.

Nos descontos, Aouacheria, após assistência de Cadiz, ‘gelou’ as bancadas maioritariamente forradas por adeptos do Sporting, ao rematar forte para Patrício ‘salvar’, enquanto do outro lado, no último minuto, Iuri Medeiros desperdiçou de forma inacreditável o 2-1, ao, já isolado, ter rematado rasteiro para as mãos de Jhonatan.

Tópicos