Rui Pedro Soares acusa líder do Belenenses de querer expulsar equipa do Restelo

02 Fev 2018 / 22:08 H.

O presidente da SAD do Belenenses acusou hoje o líder do clube de querer expulsar a equipa profissional de futebol do Estádio do Restelo e assegurou que “não cede a chantagens” perante o anunciado término do protocolo existente.

“Depois de duas derrotas pesadas em tribunal, em vez de se demitir ou de abandonar a sua estratégia de confronto com a SAD, o Dr. Patrick Morais de Carvalho continua em direção ao abismo e o novo (talvez último) passo é impedir a equipa do Belenenses de jogar no Restelo. Se não consegue ser presidente da Belenenses SAD, faz chantagem com o Estádio do Restelo. Que fique claro para todos que a Belenenses SAD não aceita nem cede a chantagens”, pode ler-se no comunicado de Rui Pedro Soares enviado aos órgãos de comunicação social.

A reacção do presidente da SAD surge na véspera de uma Assembleia Geral extraordinária do clube, na qual os sócios votarão a denúncia do protocolo que medeia as relações entre o clube e a sociedade anónima, e que terá como principal consequência a saída da equipa profissional do Estádio do Restelo, conforme anunciou Patrick Morais de Carvalho na semana passada.

“Ser agora expulsos do Estádio do Restelo é uma atitude de vingança ao nível dos garotos que acabam com os jogos nos recreios das escolas porque naquele dia a bola é deles”, refere Rui Pedro Soares, considerando “absurdas” as propostas apresentadas à SAD por Patrick Morais de Carvalho, como “uma gestão do relvado de jogo semelhante ao alojamento local ou à cedência de espaços em associações recreativas ou amadoras, que nenhuma equipa da II Liga aceitaria”.

O presidente da SAD diz mesmo que, caso a equipa seja obrigada a jogar fora do Estádio do Restelo, o mesmo ficará “no estado de degradação em que está a piscina” do complexo.

Rui Pedro Soares reforça que, se no sábado a AG votar favoravelmente à denúncia do protocolo, “tal equivalerá à expulsão da equipa profissional do Belenenses do Restelo” e lembrou que a equipa de futebol “é, sempre foi e sempre será dos sócios e adeptos do Belenenses, e só deles”.

O comunicado encerra com três ideias que a SAD tem para o futuro do Belenenses, as quais passam pela “normalização das relações” com o clube, algo que “não é possível” com Morais de Carvalho, a “luta pelo fim do oligopólio desportivo de FC Porto, Sporting e Benfica”, além da “constituição imediata da equipa B”, que, futuramente, possa “assegurar a total sintonia e simbiose da equipa profissional com os escalões de formação.”

Os sócios do Belenenses reúnem-se em AG no sábado, a partir das 18:00, no pavilhão Acácio Rosa, em Lisboa.