Rafael Nadal pode ‘segurar’ liderança mundial

30 Out 2017 / 11:33 H.

O tenista espanhol Rafael Nadal pode terminar o ano na liderança do ‘ranking’ ATP, que lidera, caso passe uma eliminatória no Masters 1000 de Paris, competição a que o suíço Roger Federer renunciou.

Federer comunicou no domingo que não vai competir no torneio parisiense, o último Masters da temporada e que se inicia hoje, optando por descansar antes do ATP World Tour Finals, que reúne de 12 a 19 de novembro, em Londres, os oito melhores tenistas da época.

No ‘ranking’ ATP, hoje divulgado, Nadal continua no topo, seguido por Federer e pelo britânico Andy Murray (terceiro), para quem a época já terminou, bem como a de Stan Wawrinka (nono) e Novak Djokovic (sétimo).

Sem grandes alterações no grupo da frente, a única mexida vai para o alemão Alexander Zverev, que chegou aos quartos de final no torneio de Viena e subiu ao quarto lugar na hierarquia mundial, por troca com o croata Marin Cilic, no quinto posto.

O triunfo no torneio austríaco promoveu o francês Lucas Pouille ao 18.º lugar, com uma progressão de sete posições.

O tenista João Sousa continua a ser o mais bem classificado entre os portugueses, com o vimaranense -- que domingo passou o ‘qualifying’ para o Masters de Paris -, a subir duas posições e a ocupar agora o 58.º lugar.

Em femininos, apesar da deceção com a eliminação no Masters, a romena Simona Halep terminou, ainda assim, a época como número um, enquanto a Dinamarquesa Caroline Wozniacki, vencedora em Singapura, fecha o ano no terceiro posto.

Wozniacki subiu três lugares, colocando-se atrás de Simona Halep e da espanhola Garbine Muguruza.

Michelle Larcher de Brito é a primeira portuguesa a aparecer no ‘ranking’, num ‘longínquo’ 344.º lugar, numa semana em que desceu uma posição.