Quatro anos depois, família de Schumacher já gastou 28 milhões de euros

Mundo /
29 Dez 2017 / 16:35 H.

Faz hoje quatro anos que o antigo piloto de Fórmula 1, Michael Schumacher, sofreu um grave acidente na estância de esqui de Méribel, nos Alpes franceses. Na altura, de acordo com vários meios de comunicação social, o alemão estava a esquiar numa zona em que duas pistas se juntavam, quando se desequilibrou, caiu para fora da zona de segurança e foi embater numa pedra, com a cabeça, sofrendo um grave traumatismo craniano.

Depois de um longo período em coma induzido e passado quase um ano, Michael Schumacher voltou a casa, em Setembro de 2014, na Suíça, e desde então tem uma equipa de médicos, enfermeiros e fisioterapeutas a ajudar na sua recuperação.

De acordo com a revista Forbes, o antigo piloto da Benetton, Ferrari e Mercedes tem uma fortuna avaliada em 840 milhões de euros e desde que regressou a casa os custos dos seus cuidados ascendem aos 140 mil euros semanais. Ora, o jornal espanhol AS fez as contas e avançou que até ao momento a família do alemão já gastou 28 milhões de euros nos seus tratamentos.

O estado de saúde do alemão continua como um segredo bem guardado.

Outras Notícias