Paulo Fontes quer Rali Vinho Madeira no topo da Europa com a ajuda de Pedro Calado

14 Nov 2017 / 20:16 H.

A Comissão Organizadora do Rali Vinho Madeira (RVM) promoveu esta tarde uma conferência de Imprensa para fazer um balanço a uma “excelente prova”, com base no positivo relatório do observador da FIA e no impacto que teve.

Paulo Fontes afirmou que a prova teve um impacto de 600 mil euros só na Madeira, o dobro da comparticipação do Governo Regional, número que garantiu poder ser multiplicado por cinco vezes, contando com as transmissões televisivas.

O presidente da Comissão Organizadora do Vinho Madeira revelou também que tem “esperança” de que a prova vai voltar à elite do automobilismo europeu, mas para o efeito precisa de mais apoio. De pelo menos mais 300 mil euros, janela que se abre com a chegada de Pedro Calado ao Governo, anunciou Paulo Fontes, lembrando que o actual vice-presidente do Executivo madeirense foi o vencedor do RVM deste ano, ao lado de Alexandre Camacho.

Outras Notícias