Nacional diz que Carlos Pereira (Marítimo) é “virgem imaculada”

Nota publicada no site do clube ontem à noite

19 Nov 2017 / 12:45 H.

“A virgem imaculada” é o título de uma nota publicada ontem à noite no site do Clube Desportivo Nacional, naquela que é uma clara crítica ao Marítimo, nomeadamente ao seu presidente, Carlos Pereira.

No texto sem autor, diz-se que “a remodelação no governo regional da Madeira pelos vistos chegou à Secretaria de Educação, que tem agora um porta voz para os assuntos relacionados com o desporto”. E continua: “Pena que esta postura de estadista só agora tenha sido assumida, pois aquele que vem agora falar de ingratidão na casa alheia foi o primeiro a colocar em tribunal o próprio governo da Madeira que tanto o apoiou e o deixou líder destacado na lista dos beneficiários dos apoios públicos ao desporto.”

Referência clara ao presidente do clube rival, CS Marítimo. O texto diz mais: “Por falar em duplicação... Duplicação é oferecer um estádio construído, pagar para demoli-lo e ainda dar dinheiro para depois fazer um novo.” Esta crítica vai directamente ao Governo Regional, na altura liderada por Alberto João Jardim.

E continua: “Para não falar de uma famosa ‘operação harmónio’, que reduziu a participação do governo regional numa SAD de 40% para 2‰ , transformando um milhão de euros do erário público em 10 mil euros que subsistem.” E conclui: “Nem David Copperfield conseguiria tamanho passo mágico.”

Leia na íntegra a nota aqui.

Outras Notícias