Mundo do futebol consternado com a morte do italiano Davide Astori

04 Mar 2018 / 14:53 H.

A morte do internacional italiano Davide Astori, em circunstâncias ainda por explicar, está a gerar uma onde de consternação no mundo do futebol, com as mais altas instâncias e grandes figuras da modalidade a lamentarem o sucedido.

O guarda-redes Gianluigi Buffon, ‘capitão’ da Juventus, deixou uma das mensagens mais emotivas, elogiando “o altruísmo, a elegância e a educação” de Astori, com quem partilhou o balneário da selecção transalpina, entre 2011 e 2017.

“A tua filha merece saber que o pai era uma pessoa boa, uma grande pessoa. Eras a melhor expressão de um mundo passado, que valorizava a elegância, a educação e o respeito pelo próximo”, escreveu Bufffon, acrescentando: “Foste um dos melhores representantes do futebol que conheci”.

A FIFA lamentou no Twitter a partida prematura do ‘capitão’ da Fiorentina, encontrado morto num hotel no qual a equipa estava concentrada para o jogo com a Udinese, com a frase: “Os nossos pensamentos estão com a família e amigos de Davide Astori, que morreu aos 31 anos de idade”.

Também a UEFA, usou a rede social Twitter para reagir à notícia, que já levou a Liga italiana a adiara todos os encontros previstos para hoje da 27.ª jornada do principal campeonato transalpino.

“As nossas mais sinceras condolências à família e amigos do ‘capitão’ da Fiorentina e internacional italiano Davide Astori”, lê-se no Twitter do organismo máximo do futebol europeu.

A Federação Internacional de Futebolistas Profissionais (FIFPro) já se associou à onde de consternação, enviando “os mais sentidos pêsames” à família do jogador.

Davide Astori, nascido em San Giovanni Bianco, na província de Bérgamo, há 31 anos, atuava na Fiorentina desde 2015/2016, depois de passagens pelo AC Milan, clube em que se formou, Pergolettese, Cremonese, Cagliari e Roma.

O ‘capitão’ da Fiorentina representou por 14 vezes a ‘squadra azzurra’, tendo marcado um golo, ao Uruguai (3-2 nos penáltis, após 2-2 nos 120 minutos), no jogo de atribuição do terceiro lugar da Taça das Confederações de 2013, no Brasil.

Tópicos

Outras Notícias