Marítimo detecta venda ilegal de convites para jogo com o Benfica

27 Set 2017 / 15:50 H.

O Marítimo detectou hoje a venda ilegal de convites para o jogo do próximo domingo com o Benfica, tendo já tomado medidas no sentido de responsabilizar criminalmente os infractores e de anular os convites em causa.
Esta situação foi confirmada ao DIÁRIO pelo presidente do Marítimo, Carlos Pereira, que revelou estarem em causa convites que foram postos a concurso. Alguns vencedores desses concursos terão, posteriormente, colocados os convites à venda na rede social Facebook, acrescenta o dirigente verde-rubro.
Ainda segundo Carlos Pereira, “esses convites já estão identificados e serão anulados”. Ou seja, quem está na posse dos convites ou mesmo quem os adquiriu, pagando indevidamente, “não terá acesso ao estádio”.

Segundo o presidente do Marítimo, “em causa estão vários convites”, sendo que as pessoas que os colocaram à venda “já estão identificadas”. Na sequência disso, “o Marítimo vai apresentar queixa dessas pessoas”, sublinha Carlos Pereira.

O presidente do Marítimo adiantou que já ocorreram outros casos no passado, que também foram “denunciados pelo Marítimo”.

Carlos Pereira alerta o público para que não adquiram convites, pois “correm o risco de perder o dinheiro”, uma vez que, nos casos identificados, o Marítimo impede o acesso ao estádio.

Refira-se que nos convites para os jogos está impresso que a sua venda é proibida. Quem proceder à sua comercialização está a praticar um crime.

Outras Notícias