Madeira Sup Challenge promete colorir a baía do Funchal

06 Mar 2018 / 14:58 H.

Ontem decorreu, na sede social do Clube Naval do Funchal, a apresentação pública do II Madeira Sup Challenge, prova que o Clube Naval do Funchal (CNF), em coorganização com a Federação Portuguesa de Surf e com o apoio da Associação Regional de Surf da RAM, levará a efeito nos próximos dias 10 e 11 de Março e que espera colorir a baía do Funchal com cerca de 80 participantes.

Desses participantes, constam cinco campeões nacionais com destaque para Filipe Meira, Campeão Nacional de Maratona em 2015, José Cirilo do Alhandra Sport Clube, Campeão Nacional de Maratona e Race Técnico em 2014, Rubén Afonso, Campeão Nacional em 2016 nas duas categorias, Ricardo Rodrigues, Campeão em 2015 de Race Técnico e Tomás Lacerda, Campeão em 2017 de sub 15, estes últimos atletas do Naval.

Nos femininos Anabela Prioste, Vice -Campeã Nacional de Race Técnico e Maratona regressa à Região assim como a actual Campeã Nacional Angela Chevarria Fernandes. A ex- atleta olímpica de remo, Marta Salaberri, espanhola, irá também participar nesta competição, uma atleta que, em 2014, tornou-se na primeira mulher a atravessar em stand up paddle o canal que separa a ilha de São Jorge e do Pico nos Açores.

O Madeira Sup 2018 irá incluir o Campeonato Nacional de SUP Maratona Júnior, a 1.ª etapa do Circuito Nacional SUP Maratona Open e a 1.ª prova Regional de SUP Race, Maratona Open e Júnior. As provas do Madeira Sup Challenge, propriamente ditas, serão compostas por uma Maratona de 12 Km e um Race Técnico de 5 Km. Estarão em prova três classes de Stand Up Paddle: 12´6, 14` e All Around, conforme dimensões das pranchas. No circuito Nacional, os escalões em competição serão Sub 15 e Sub 18 e no Circuito Regional, estarão em competição os escalões de Sub 10, Sub 12, Sub 14, Sub 16, Sub 18 e Open – Masculino e Feminino.

Mafalda Freitas, presidente do CNF, aproveitou este momento para “(...) convidar todos os madeirenses a assistir às oito provas previstas, sendo possível observar mais de perto a performance dos atletas no cais 8 durante a manhã do próximo sábado e domingo(...)”.

Mafalda Freitas não deixou de agradecer a “(...) a toda equipa de mar e de terra, a todos os atletas assim como a todos os parceiros públicos e privados que contribuem para a organização de todas estas dinâmicas,”, nomeadamente aos presentes na cerimónia, a saber, o Diretor Regional de Juventude e Desporto, David Gomes, o Vice-Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Gouveia, o Presidente da Associação de Surf da RAM e também ao Primeiro -Tenente Paulo Azevedo em representação da Capitania do Porto do Funchal.

Miguel Gouveia, sublinhou a coragem do CNF em tomar a decisão de organizar uma segunda edição deste evento, sabendo todas as dificuldades e obstáculos e felicitou este “acto de coragem” da ASRAM e do CNF, que, frisou, “(...)consegue manter a inovação nos eventos que organiza”. O Vice- Presidente da Câmara do Funchal, destacou ainda a importância da “(....)convergência de parceiros que este tipo de projetos acarreta bem como a nova imagem que este evento dará ao nosso mar, o nosso parque desportivo de excelência, depois do mau tempo dos últimos dias”.