Jota espera mais dificuldades com a Bósnia e apela ao apoio do público na Madeira

12 Out 2018 / 19:13 H.

O futebolista internacional português João Filipe ‘Jota’ espera na terça-feira, no Funchal, um teste mais difícil diante da Bósnia, no último jogo do grupo 8 de apuramento para o Europeu de sub-21.

Portugal goleou na quinta-feira em Vaduz o Liechtenstein (9-0), num jogo em que Jota se estreou a marcar neste escalão pela selecção, mas o avançado do Benfica, campeão europeu de sub-19, espera maiores dificuldades no próximo jogo, no Funchal.

“Sabemos que vai ser um jogo mais competitivo, mais complicado. A Bósnia tem valências que nos podem complicar a vida, mas acho que temos uma seleção mais forte. Temos muita qualidade, este grupo é muito bom e homogéneo. Estou confiante que vamos fazer um bom resultado”, disse o jogador, em declarações à assessoria da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

A selecção de futebol de sub-21 ainda se encontra no Liechtenstein, onde treinou em Balzers, hoje de manhã, estando prevista a viagem para Lisboa ao final da tarde, seguindo depois para o Funchal.

No grupo 8 de apuramento, Portugal segue em primeiro lugar, com 19 pontos, mais um do que a Roménia, que ainda tem dois jogos por disputar -- um dos quais hoje em casa com o País de Gales -- e que é favorita ao apuramento direto.

Apenas os vencedores dos grupos têm acesso directo ao Europeu, ficando por apurar os quatro melhores segundos classificados, que discutirão um ‘play off’ de acesso.

Neste momento, a Itália está apurada como anfitriã, bem como Inglaterra, Espanha e França, com triunfos assegurados nos seus grupos.

Na terça-feira, no Estádio dos Barreiros, Portugal defronta a Bósnia, também ainda com ambições de qualificação, e o único adversário, a par da Roménia, que derrotou nesta fase a selecção treinada por Rui Jorge.

“Aproveito para apelar a uma presença massiva de público do estádio do Marítimo no próximo dia 16 de outubro. É o nosso último jogo da qualificação, esperamos fazer um bom resultado e proporcionar a todos um bom espectáculo de futebol”, acrescentou Jota.

O futebolista, de 19 anos, que se tem destacado nas camadas jovens, com títulos europeus nos sub-17 e sub-19, marcou na quinta-feira o primeiro golo pelos sub-21, ajudando a bater o recorde da maior goleada de sempre no escalão.

“Foi uma sensação fantástica conseguir fazer o meu primeiro golo pela Seleção Nacional sub-21 [tem 22 no somatório de todos os escalões]. Pude ajudar a equipa a vencer e bater um recorde importante”, justificou o avançado.

No grupo 8 de apuramento, Portugal contabiliza 19 pontos em nove jogos, seguido pela Roménia, com 18 pontos em oito jogos, e da Bósnia, com 18 em nove jogos. Suíça e País de Gales, ambos com 10 pontos, e Liechtenstein, sem qualquer ponto, estão fora da corrida ao apuramento.