Jogadores “sem desculpas” com chegada de Heynckes

Paris /
12 Out 2017 / 14:39 H.

O futebolista alemão Thomas Muller afirmou hoje que o plantel do Bayern Munique “não tem desculpas” depois da mudança de treinador, admitindo que a chegada do técnico Jupp Heynckes permitiu “libertar a energia” acumulada com Carlo Ancelotti.

O internacional alemão revelou que Heynckes continua a “manter uma aura sagrada” e que este “tem transferido muita energia positiva aos jogadores”, com sessões de treino “intensivas e divertidas”, em declarações proferidas à AFP, no âmbito de um evento organizado pelo principal patrocinador do clube bávaro.

“O que precisamos de mudar? Os resultados. Vamos discutir internamente, pois não podemos revelar esse tipo de coisas nos meios de comunicação”, acrescentou.

Questionado sobre eventuais problemas com o antigo técnico, o italiano Carlo Ancelotti, Muller optou por evitar polémicas, admitindo apenas que “as coisas não foram 100% bem sucedidas” e que os jogadores também são culpados, pois “houve falhas individuais devido a dificuldades de concentração”.

“Agora, temos obrigatoriamente de ser mais rigorosos coletivamente”, reconheceu.

Jupp Heynckes, de 72 anos, foi apresentado na segunda-feira como novo treinador do Bayern Munique, clube que vai representar pela quarta vez na carreira como treinador, sucedendo a Carlo Ancelotti, que foi afastado devido ao mau início de época da equipa bávara.

Heynckes, que treinou o Benfica em 1999/2000 e 2000/2001, já conduziu o Bayern de Munique à conquista de uma Liga dos Campeões (2013), três campeonatos alemães (1988/89, 1989/90 e 2012/2013), três supertaças germânicas (1987, 1989 e 2012) e uma Taça da Alemanha (2012/2013).

O Bayern de Munique ocupa atualmente o segundo lugar do campeonato alemão com 14 pontos, a cinco do líder Borussia Dortmund, estando também inserido no grupo B da Liga dos Campeões, no qual ocupa o segundo lugar, a três pontos do primeiro classificado, o Paris Saint-Germian, com seis pontos conquistados em duas jornadas.

Outras Notícias