Jesus está indiferente ao ‘clássico’ e só pensa em ideias para vencer Belenenses

14 Abr 2018 / 16:39 H.

O treinador do Sporting disse hoje que apenas pensa em arranjar ideias para vencer o Belenense na partida da 30.ª jornada da I Liga de futebol, e sublinhou que o resultado entre Benfica e FC Porto pouco importa.

No domingo, antes de os ‘leões’ jogarem no Restelo, o Benfica recebe o FC Porto, mas, para Jorge Jesus, o desfecho do encontro entre os dois primeiros classificados é secundário.

“Não importa muito olhar para o resultado do Benfica-FC Porto. Temos de olhar para o nosso jogo e só somando pontos é que podemos olhar para o futuro do campeonato. Para nós é indiferente se não ganharmos”, começou por referir o técnico, em conferência de imprensa.

Contudo, Jesus reconheceu que qualquer que seja o resultado do clássico irá sempre “favorecer” o Sporting, que, para isso, tem de vencer o Belenenses, de Silas, a quem deixou elogios.

“Fico extremamente feliz por encontrar uma equipa técnica com Silas e Zé Pedro, que foram meus jogadores. Passei várias mensagens para que continuassem no futebol como treinadores e é mais uma dupla que vai ter êxito, tenho a certeza. Eram jogadores muitos inteligentes taticamente e vão ter uma carreira brilhante”, enalteceu.

Ainda assim, a preparação para o dérbi de Lisboa não foi feita da melhor forma, segundo Jesus, que vai ter de pensar em formas para furar a defesa ‘azul’.

“É sempre difícil para um ‘grande’ ganhar em Belém. Benfica e FC Porto não conseguiram. O Belenenses tem um sistema de jogo que dificulta fazer golos e temos de arranjar ideias porque não treinámos. Hoje vamos falar e recuperar”, lembrou.

No que às lesões diz respeito, apenas Fábio Coentrão pode recuperar para o desafio de domingo, ao invés de Piccini, Mathieu e William Carvalho, que continuam indisponíveis, juntamente com os lesionados de longa data Podence e Rafael Leão.

Por fim, Jesus abordou o desempenho de Petrovic, que rendeu Mathieu no decorrer da partida frente ao Atlético de Madrid para a Liga Europa, admitindo que caso tivesse o francês disponível continuaria a jogar no sistema de três centrais.

“O Petrovic é um jogador que se adapta muito bem nessa ideia de jogo. Sai bem a jogar, conhece a posição de central e tem treinado aí desde a saída do Tobias [Figueiredo] para Inglaterra. É difícil trabalhar e não é para todos os treinadores e jogadores. Se tivesse o Mathieu era capaz de continuar a jogar da mesma maneira”, terminou.

No domingo, o Sporting, terceiro classificado, com 68 pontos, desloca-se ao Estádio do Restelo, pelas 20:15, para defrontar o Belenenses, 11.º, com 33, num encontro referente à 30.ª jornada da I Liga.

Tópicos

Outras Notícias