Fernando Santos anuncia os 23 convocados para o Mundial2018, com algumas interrogações

Lisboa /
15 Mai 2018 / 07:58 H.

O selecionador Fernando Santos anuncia na quinta-feira os 23 jogadores que Portugal vai levar à fase final do Mundial2018 de futebol, na Rússia, numa lista em que o técnico deverá manter o seu ‘núcleo duro’.

Dois anos após a conquista do Euro2016, em França, o técnico de 63 anos volta a ter que decidir quem está em melhores condições para defender as cores nacionais numa grande competição internacional, sendo que desta vez a tarefa pode ser bem mais difícil, muito devido à época irregular que muitos dos jogadores acabaram por efetuar.

É o caso, por exemplo, de Adrien Silva (Leicester), João Mário (Inter Milão/West Ham), André Gomes (FC Barcelona), André Silva (AC Milan), Raphael Guerreiro (Borussia Dortmund), José Fonte (West Ham/Dalian Yifang) e Nani (Lazio), todos jogadores que são habitualmente chamados por Fernando Santos e que integram a lista de 35 pré-convocados anunciada na segunda-feira.

Nani, que é o terceiro jogador mais internacional ‘AA’ pela seleção portuguesa (112 jogos), pode mesmo ficar de fora da lista lusa, depois de uma temporada cheia de problemas físicos e em que efetuou apenas 365 minutos, em 17 jogos, na Serie A. O extremo não veste a camisola das ‘quinas’ desde a Taça das Confederações, no verão passado.

Mesmo com problemas nos respetivos clubes, os restantes devem continuar a ter a confiança de Fernando Santos, incluindo Raphael Guerreiro, que passou grande parte da época com limitações físicas, numa lista em que é certa a ausência do médio Danilo, devido a grave lesão, e a presença de Cristiano Ronaldo, o ‘capitão’ e ‘estrela’ da seleção nacional.

Na baliza, Rui Patrício, habitual titular, Anthony Lopes e Beto têm lugar garantido, uma vez que são os três únicos guarda-redes na lista de pré-convocados.

Na defesa, aparece um dos problemas de Fernando Santos, sobretudo devido à veterania de Pepe (35 anos), Bruno Alves (36) e José Fonte (34), enquanto Ruben Dias, que deu nas vistas no Benfica, Rolando, que regressou à boa forma no Marselha, e Luís Neto, pouco utilizado no Fenerbahçe, lutam pelo lugar vago de quarto central.

No lado direito, Cédric Soares parece ser o dono da posição, com João Cancelo, Nelson Semedo e Ricardo Pereira a serem os candidatos a ‘sombra’ do jogador do Southampton, enquanto na esquerda, Raphael Guerreiro, mesmo com poucos jogos nas pernas e uma época fustigada de lesões, deverá manter a confiança de Santos.

De regresso à boa forma e sem as limitações físicas de outros tempos, Fábio Coentrão parecia a caminho que ocupar um dos lugares para defesa esquerdo, mas o jogador do Sporting renunciou à competição, evocando desgaste, e abriu a porta a Mário Rui ou Antunes.

A meio-campo, mesmo após uma temporada irregular, os nomes de William Carvalho, Adrien Silva, João Mário, André Gomes e João Moutinho deverão constar na lista, com Manuel Fernandes, Bruno Fernandes e Ruben Neves a ‘acenarem’ a Fernando Santos, depois de terem realizado boas temporadas nos respetivos clubes.

Manuel Fernandes foi peça importante no título do Lokomotiv Moscovo na Rússia, enquanto Bruno Fernandes é sério candidato a melhor jogador do ano da I Liga portuguesa. Em Inglaterra, Rúben Neves convenceu tudo e todos na subida do Wolverhampton à ‘Premier League’.

Mesmo com o estatuto de campeão europeu, Renato Sanches não vai surgir na lista de Fernando Santos, depois de uma época para esquecer no Swansea, uma vez que ficou fora dos pré-convocados, na qual uma das grandes surpresas foi a entrada de Sérgio Oliveira, do FC Porto.

Por seu lado, Bernardo Silva, campeão no Manchester City, Ricardo Quaresma e Gelson Martins deverão fazer companhia a Cristiano Ronaldo, tal como André Silva, que, apesar da pouca utilização no AC Milan, promete retomar a dupla ofensiva com o ‘capitão’ que tão bom resultado deu na qualificação.

A outra vaga na frente poderá ser ocupada por Gonçalo Guedes, que esteve em destaque no Valência, embora tenha perdido algum fulgor no final da época.

Protagonista do golo mais importante da história do futebol português, na final do Euro2016, frente à França, Éder poderá ser o ‘talismã’ que Fernando Santos quer levar para a Rússia, embora o avançado tenha também sido pouco utilizado no Lokomotiv.

Surpresa seria a entrada do bracarense Paulinho, talvez a maior novidade na lista de pré-convocados, na qual está igualmente Rony Lopes, do Mónaco.

A lista dos 23 convocados de Portugal será divulgada na quinta-feira, às 20:15, na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O Mundial2018 arranca em 14 de junho e termina a 15 de julho. A seleção portuguesa vai defrontar Espanha, Marrocos e Irão no Grupo B.

Tópicos

  • 1
    $tempAlt.replaceAll('"','').trim()