FC Porto vence em Tondela com golo solitário de Aboubakar

13 Ago 2017 / 22:49 H.

O FC Porto venceu hoje o Tondela pela vantagem mínima, com o golo solitário de Aboubakar a atestar a superioridade dos ‘dragões’ neste jogo da segunda jornada da I Liga portuguesa de futebol.

O único tento da partida, disputada no repleto estádio João Cardoso, em Tondela, foi apontado aos 37 minutos pelo internacional camaronês e valeu aos visitantes a segunda vitória no campeonato.

A jogar em casa, o Tondela entrou a tentar impor-se, mas o FC Porto - com Marega a titular depois de ter marcado dois golos na primeira jornada - mostrou desde cedo que queria resolver rapidamente o jogo, instalando-se no meio campo do Tondela.

Quando estavam decorridos apenas nove minutos, o avançado do Mali causou calafrios à defesa ‘auriverde’, num lance resolvido por Ricardo Costa, embora a equipa portista tenha ficado a reclamar grande penalidade.

Aos 21 minutos o FC Porto esteve perto de inaugurar o marcador, numa jogada de entendimento de Marega e Corona, com este último a passar por vários defesas e a atirar ligeiramente ao lado da baliza de Cláudio Ramos.

Apesar da superioridade ‘azul e branca’, o Tondela não baixou os braços e foi aproveitando alguns erros da equipa liderada por Sérgio Conceição, embora sem conseguir remates que importunassem Casillas.

Aos 37 minutos, os ‘dragões’ acabaram por chegar à vantagem, numa jogada em que Aboubakar rematou de primeira e obrigou Cláudio Ramos a defender com os punhos para a frente. Na recarga, o camaronês não perdoou, mas o lance deixou dúvidas e foi necessário recorrer ao vídeo-árbitro para confirmar que o avançado portista não estava fora de jogo.

Três minutos depois, o FC Porto podia ter aumentado a vantagem, numa jogada de entendimento em que Marega apareceu em boa posição, mas falhou.

Já em tempo de compensação, Helder Tavares surgiu livre de marcação na área portista, mas também não acertou a baliza à guarda de Casillas.

Na segunda parte, o FC Porto reentrou a pressionar, mas o Tondela foi mostrando que continuava vivo e que não tinha medo de jogar de igual para igual, embora em desvantagem no marcador.

Aos 63 minutos, a hipótese do 2-0 esbarrou no poste da baliza de Cláudio Ramos, e, sete minutos depois, o Tondela quase empatava a partida, num lance em que Casillas saiu mal e Wagner apareceu bem posicionado, tendo valido a intervenção ‘in extremis’ de Alex Telles.

No último quarto de hora, o FC Porto carregou no acelerador para chegar ao segundo tento, com Marega a obrigar Cláudio Ramos a empregar-se a fundo, e logo na resposta o tondelense David Bruno pôs à prova Casillas, que evitou o empate.

O jogo continuou ‘vivo’ até ao apito final, mas os três pontos foram entregues aos visitantes.

Tópicos