FC Porto e Benfica tentam recuperar na Liga dos Campeões enquanto Sporting defronta ‘Barça’

Lisboa /
25 Set 2017 / 10:36 H.

Benfica e FC Porto, com estreias ‘desastrosas’, entram na segunda jornada da Liga dos Campeões em futebol em perda, mas com cenários de dificuldade diferentes: as ‘águias’ em casa do Basileia, os ‘dragões’ no difícil Mónaco.

Depois de derrotas caseiras, o Benfica com os russos do CSKA Moscovo (2-1) e o FC Porto com os turcos do Besiktas (3-1), os dois emblemas procuram recuperar, embora a visita ao Principado não se adivinhe fácil para a equipa de Sérgio Conceição.

O FC Porto encontra um Mónaco não tão forte como na última época, no qual foi campeão e chegou às meias-finais da ‘Champions’, sobretudo face às saídas de Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain), Bernardo Silva ou Mendy (Manchester City).

A equipa de Leonardo Jardim e João Moutinho procura, tal como o FC Porto, a primeira vitória no grupo G, depois de ter empatado na visita aos alemães do Leipzig (1-1), que na terça-feira visitam o Besiktas, de Pepe e Ricardo Quaresma.

Já o Benfica, depois de uma má exibição e derrota em casa com o CSKA Moscovo, está obrigado a vencer na quarta-feira na visita ao Basileia, teoricamente a equipa mais acessível do grupo A, derrotada na ronda inaugural, em casa do Manchester United (3-0).

Com os ‘red devils’, de José Mourinho, como favoritos a vencerem o grupo, o Benfica precisa de pontos que lhe assegurem posição de passagem aos oitavos de final, ou, com menor ambição, um terceiro lugar, que o relegue para a Liga Europa.

Com o Basileia na posição menos favorável, é quase obrigatório que Rui Vitória traga um triunfo da Suíça, sob pena de perder ‘capital’ importante quando a competição entra no segundo de seis jogos na fase de grupos.

O Benfica apresenta-se na Suíça depois de vencer em casa o Paços de Ferreira, na Liga, após uma série negativa, com derrotas com CSKA Moscovo (2-1) e Boavista (2-1), e empate na Taça da Liga, com Braga (1-1).

Dos três ‘grandes’ portugueses, o Sporting é quem encara a segunda ronda em melhor posição: venceu na visita ao difícil campo do Olympiacos (3-2), num jogo que esteve a vencer por 3-0, o que lhe poderá dar esperanças europeias.

À partida, os ‘leões’ discutirão sempre com os gregos a terceira posição no grupo, a avaliar pelos ‘gigantes’ que ambos têm pelo caminho no grupo D, FC Barcelona e Juventus.

Na última época, a equipa de Jorge Jesus foi eliminada na fase de grupos, mas até conseguiu boas exibições, então com o Real Madrid, equipa com a qual perdeu na capital espanhola e em Lisboa pelo mesmo resultado (2-1).

A receção ao poderoso ‘Barça’, que esta época ficou sem Neymar e tem o reforço Dembelé lesionado, trará na quarta-feira uma noite de gala a Alvalade, com Messi, Iniesta, Luis Suárez ou até o ex-Benfica Nelson Semedo, transferido para os catalães.

No grupo H, o bicampeão europeu Real Madrid, que não atravessa uma boa fase no campeonato, visita o Borussia Dortmund, num jogo em que os ‘merengues’ tentarão manter-se na frente do grupo.

Cristiano Ronaldo ‘e companhia’ entraram a vencer, no Santiago Bernabéu diante do APOEL Nicósia (3-0), ao contrário do Dortmund, que tem Raphael Guerreiro lesionado e procura os primeiros pontos, depois de perder em casa do Tottenham (3-1).

Nesta jornada europeia é grande a expectativa em relação ao jogo entre Paris Saint-Germain, reforçado com Mbappé e Neymar, e os alemães do Bayern Munique, em encontro no Parque dos Príncipes na quarta-feira.

Os dois emblemas tiveram maus ensaios nos respetivos campeonatos, com o PSG, sem Neymar, a empatar fora com o Montpellier (0-0), e o Bayern Munique em casa com o Wolfsburgo (2-2).

As duas equipas são as favoritas a seguirem para os oitavos, enquanto Anderlecht e Celtic, que se defrontam nesta segunda jornada do grupo B, são ‘outsiders’ e deverão lutar entre si pela vaga na Liga Europa.

Na terça-feira, entra em campo o City, de Bernardo Silva, e esta época com excelente arranque na Liga inglesa, que recebe o Shakhtar Donetsk, de Paulo Fonseca, depois de os dois emblemas terem vencido na estreia, os ingleses o Feyenoord (4-0) e os ucranianos o Nápoles (2-1).

No grupo E está tudo empatado, todos com um ponto: o Spartak Moscovo recebe Liverpool, e o Sevilha os eslovenos do Maribor.

Depois de golear o Qarabag por 6-0, o Chelsea tem teste mais duro na segunda jornada, com uma visita à nova casa do Atlético Madrid, após os ‘colchoneros’ terem trazido um empate sem golos diante da Roma.