Benfica-FC Porto: Quatro cenários pós ‘clássico’, do penta à liderança portista

Lisboa /
13 Abr 2018 / 09:23 H.

O ‘clássico’ de domingo entre Benfica e FC Porto, na Luz, projeta quatro cenários possíveis para as últimas quatro jornadas da I Liga portuguesa de futebol, da iminência do ‘penta’ à liderança dos ‘azuis e brancos’.

Além das situações extremas, pode dar-se o caso de tudo ficar mais ou menos na mesma, sendo que uma igualdade será diferente se for com ou sem golos.

À entrada para o embate da 30.ª ronda, o Benfica, terceiro durante muito tempo e que já esteve a cinco pontos dos portistas, tem mais um ponto do que os ‘dragões’, que desbarataram seis nas duas últimas deslocações.

Desta forma, os ‘encarnados’, jogando em casa, onde só cederam pontos perante o Sporting (1-1), estão em excelente posição para se aproximarem do ‘penta’, até agora feito único dos portistas (1994/95 a 98/99).

Caso consigam a vitória, a 10.ª consecutiva na prova, os ‘encarnados’ ficam com quatro pontos à maior e vantagem no confronto direto, já que, na primeira volta, empataram a zero no Estádio do Dragão.

Neste cenário, os comandados de Rui Vitória só precisariam de somar duas vitórias e dois empates nas últimas quatro rondas, sendo que jogam no Estoril, recebem o Tondela, visitam o Sporting e fecham na Luz perante o Moreirense.

Vencendo os ‘canarinhos’ e os viseenses, o Benfica poderia mesmo garantir o ‘penta’ na penúltima ronda, na deslocação ao Estádio José Alvalade.

Se o triunfo escancara as portas do ‘penta’, o empate também mantém os ‘encarnados’ na frente da tabela.

No caso da divisão de pontos, existem dois cenários diferentes, com o empate sem golos a deixar as equipas igualadas no confronto direto. Num possível empate final em pontos, decidiria a diferença de golos total.

Se o empate for com golos, o FC Porto continuaria atrás em termos pontuais, mas com vantagem no confronto direto, pelo que só precisaria de recuperar um ponto aos ‘encarnados’ nas últimas quatro rondas.

Melhor cenário, para os ‘dragões’, só vencendo na Luz, já que regressariam ao comando da prova, dois pontos acima dos ‘encarnados’ e, naturalmente, com vantagem em caso de empate pontual no final da competição.

O FC Porto ficaria, então, com o estatuto de favorito a repetir um título que lhe foge desde o ‘milagre’ de Kelvin, em 2012/13, mesmo tendo pela frente jogos complicados.

Depois da Luz, os comandos de Sérgio Conceição recebem o Vitória de Setúbal, viajam à Madeira, para defrontar o Marítimo, são anfitriões do Feirense e, a fechar, deslocam-se ao reduto do Vitória de Guimarães.

O Sporting, com 68 pontos, e o Sporting de Braga, com 65, ainda estão, matematicamente, na corrida ao título, mas, qualquer que seja o resultado no ‘clássico’, muito dificilmente chegarão ao primeiro lugar.

<PRE>

- Cenários após o Benfica-FC Porto (com quatro jornadas por disputar):

Vitória do Benfica

1. Benfica 77 pontos

2. FC Porto 73

(Benfica fica com vantagem no confronto direto)

Empate a zero

1. Benfica 75

2. FC Porto 74

(Vantagem nula no confronto direto - em caso de empate pontual, no final do campeonato, desempate será feito pela diferença total entre golos marcados e sofridos, depois pelo maior número de vitórias e depois pelo maior número de golos marcados)

Empate a um ou mais golos

1. Benfica 75

2. FC Porto 74

(FC Porto fica com vantagem no confronto direto)

Vitória do FC Porto

1. FC Porto 76

2. Benfica 74

(FC Porto fica com vantagem no confronto direto)

Outras Notícias