Associação de Futebol da Madeira pede explicações à FPF sobre título feminino

18 Jun 2018 / 20:18 H.

A Associação de Futebol da Madeira enviou um ofício à Federação Portuguesa de Futebol, pedindo explicações sobre a atribuição do título de Campeão Nacional de Promoção de Futebol Feminino à Ovarense e não do CS Marítimo. Recorde-se que as madeirenses venceram o primeiro jogo, no Funchal, por 6-3 e perderam o segundo por 2-1. Para surpresa do CS Marítimo, no final do segundo jogo, em Ovar, quando o acumulado de golos dava 7-5 para as verde-rubras, o delegado da FPF decidiu que deveria haver um prolongamento. Nesse tempo extra, contestado pelo Marítimo, a Ovarense marcou mais um golo. O delegado da FPF decidiu atribuir o título à Ovarense.

“Não compreendemos a necessidade de efectuar um prolongamento porque o resultado dos dois jogos não justificava, devido à vantagem então verificada mas, mesmo com esse prolongamento indevido, a vantagem era sempre favorável ao nosso filiado (Marítimo)”, refere a AFM no ofício enviado à federação.

A AFM fica à espera da correcção do “erro cometido” pelo delegado ao jogo.

Outras Notícias