Vizinho abandona idosa após tentar burlá-la em compra de um terreno

Mulher de 66 anos, do Arco da Calheta, recusou assinar contrato com outros valores e foi abandonada no Funchal sem um cêntimo na carteira

13 Fev 2018 / 15:22 H.

Uma idosa que vive sozinha no Arco da Calheta foi abandonada por um vizinho no Funchal, sem um cêntimo na carteira, como retaliação pelo facto de a mulher se ter recusado a assinar, num cartório notarial, um contrato de compra e venda de um terreno. Este caso, que pode configurar abandono de pessoa idosa e tentativa de burla, segue agora para o Ministério Público.

Segundo apurou o DIÁRIO, a vítima é uma senhora de 66 anos, residente na freguesia do Arco da Calheta. O suspeito é um vizinho que há algum tempo andava a tentar convencê-la a vender um prédio rústico, com potencial de construção, no concelho da Calheta.

O homem insistiu tanto que por fim fez jus ao adágio popular: ‘água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”. Acenou com um determinado valor para a compra do cobiçado imóvel e a mulher acabou por aceitar fechar negócio através de um acordo verbal.

Pode ler esta notícia na íntegra e em exclusivo amanhã, na edição impressa.

Tópicos