Suspeito de matar a tia ficou em prisão preventiva

20 Mai 2017 / 14:20 H.

O homem de 52 anos suspeito de esfaquear mortalmente a tia, na manhã da passada quinta-feira, em Machico, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, no Estabelecimento Prisional do Funchal.

A medida de coacção foi decretada hoje pelo juiz de instrução que ouviu o arguido em primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial da Comarca da Madeira, ao longo de aproximadamente uma hora.

De acordo com um comunicado do Tribunal Judicial da Comarca da Madeira, o arguido está indiciado por dois crimes, um de homicídio qualificado e outro de homicídio qualificado na forma tentada.

Tópicos

Outras Notícias