Segurança Social realoja vítimas de incêndio

18 Jan 2018 / 19:08 H.

A família que na passada terça-feira ficou sem casa, na sequência de um incêndio ocorrido no Beco do Chapeleiro, no Funchal, foi realojada pelo Instituto de Segurança Social da Madeira numa residência localizada no Estabelecimento Vila Mar (alojamento excepcionalmente disponibilizado por este estabelecimento para alojamento de emergência), onde deverá permanecer nos próximos sete dias.

Foi ainda atribuído um apoio monetário imediato no valor de 250 euros, tendo o caso sido sinalizado à Investimentos Habitacionais da Madeira com carácter de urgência, sendo que, neste momento, está a ser colocada a possibilidade de uma candidatura a apoios, nomeadamente – Programa de Recuperação de Imóveis Degradados e ao Arrendamento, informou a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais, salientando que “tudo fará para ajudar a resolver esta situação com a máxima brevidade possível”.

Recorde-se que, tal como o DIÁRIO noticiou ontem, esta família ficou com a habitação totalmente destruída na noite de terça-feira. Os bombeiros accionaram nesse dia a Linha de Emergência Social que procedeu ao encaminhamento destas pessoas (mãe e dois filhos) para uma residencial do Funchal onde passaram a noite.

Tópicos