PJ está a tentar localizar arma do crime e a analisar vestígios de sangue na roupa do suspeito

13 Ago 2017 / 12:21 H.

A Polícia Judiciária está a tentar localizar a arma de fogo, que se presume ser uma caçadeira de canos curtos, calibre .22 mm, que o homem de 50 anos terá utilizado para disparar contra o pai, a mãe e a irmã, quando se encontraram a dormir em casa, na Estrada Dr. Agostinho Cardoso, no sítio do Colmo, em Santana, apurou o DIÁRIO junto de fonte policial.

Os vestígios de sangue na roupa nomeadamente, nas meias, fizeram desde logo pender sobre o homem de 50 anos, as suspeitas sobre a autoria do crime. Contudo, soube o DIÁRIO, o indivíduo não tem cooperado com a investigação policial, recusando-se a confessar o duplo homicídio.

Indiciando da prática de dois crimes de homicídio consumado e um de homicídio sob a forma tentada, o arguido está detido sob a custódia do Departamento de Investigação Criminal da PJ do Funchal. Amanhã, segunda-feira, deverá ser presente ao juiz de instrução criminal para conhecer as medidas de coacção.

A fase de investigação prossegue com a análise laboratorial e lofoscópica aos vestígios de sangue – na roupa do suspeito e no local do crime, no sentido de confirmar se efectivamente há uma correlação entre ambos.

Tópicos

Outras Notícias