Empresária lusa promove designers portugueses no Canadá

30 Jul 2018 / 09:44 H.

A paixão de infância pela moda de uma portuguesa a residir no Canadá levou-a a abrir uma loja de roupa em Toronto com vestuário ‘Made in Portugal’.

Paula Seiça, de 42 anos, chegou ao Canadá em setembro de 2011, para estar com o marido. Há cinco anos decidiram abrir um pronto-a-vestir com um conceito “maioritariamente de peças portuguesas” ligadas ao vestuário, acessórios e bijutaria.

“Os artigos expostos são exclusivamente de designers portugueses. Vendemos ao público em geral, mas também fazemos revenda, o denominado ‘showroom’ no nosso estabelecimento”, afirmou a empresária.

Cerca de 80 por cento dos artigos em exposição no ‘The Citizen Room’ pertencem a 40 designers portugueses, garantindo a exclusividade de 25 criadores, tais como Misci, Daniela Barros ou Lia Gonçalves.

Natural de Mira, distrito de Coimbra, Paula Seiça mostrou-se orgulhosa pela “qualidade dos produtos Made in Portugal’ e pela “criatividade dos designers portugueses”, factores que a levaram a apostar na produção lusa.

“Inauguramos a loja numa altura da crise em Portugal. Sentimos que estávamos a ajudar na internacionalização dos estilistas portugueses. Facilitamos a sua entrada no mercado canadiano”, considerou.

Outro dos motivos que levou a empresária a abrir o estabelecimento Toronto foi a “lacuna existente no mercado canadiano no setor têxtil Made in Portugal”.

O futuro passa por “abrir outro pronto-a-vestir ‘The Citizen Room’ noutra localização na Grande Área de Toronto, ou quem sabe, em Nova Iorque (Estados Unidos)”.

“Queremos ter uma participação mais assídua nas feiras para expandir, não só o negócio, mas também todas as marcas que representamos”, realçou Paula Seiça.

O ‘The Citizen Room’ está localizado no número 982 da Queen Street West de Toronto, junto à zona conhecida como Little Portugal.

Outras Notícias