último comentário

Director da RTP e representantes da ANACOM ouvidos no parlamento regional

Três comissões especializadas com reuniões na quinta-feira

15/02/2012 10:35
FOTO ARQUIVO
Ferramentas
+A  A  -A
Interessante
Achou este artigo interessante?
 

O director do Centro Regional da Madeira da RTP, Martim Santos, será questionado amanhã, pelas 09h30, numa audição requerida pelo PS na Comissão Especializada de Política Geral e Juventude do parlamento regional. Também amanhã, mas pelas 10h00, reúne a Comissão Especializada de Saúde e Assuntos Sociais para apreciar os seguintes seis assuntos: requerimento do PSD para uma audição às entidades que integram a rede social de apoio na RAM, na área do apoio alimentar; projecto de resolução do PS que “recomenda ao Governo Regional que mande realizar uma auditoria externa ao Hospital Dr. Nélio Mendonça”; requerimento do CDS/PP para uma audição sobre a “falta de medicamentos no Serviço de Oncologia do Hospital Dr. Nélio Mendonça”; requerimento do PS para uma audição com as instituições solidárias com o problema da fome na RAM; projecto de resolução do PCP intitulado “Lançamento de medidas de combate ao tráfico de seres humanos e à exploração na prostituição”; projecto de resolução do CDS/PP “Programa de Emergência Social Adaptado à Madeira”. Ainda na quinta-feira, mas pelas 11h00, reúne a Comissão Especializada de Política Geral e Juventude, que vai ouvir os representantes da ANACOM Eduardo Cardadeiro e Nelson Melim, aque vão prestar esclarecimentos sobre a Televisão Digital Terrestre (TDT).

Comentários

Este espaço é destinado à construçăo de ideias e à expressăo de opiniăo.
Pretende-se um fórum construtivo e de reflexăo, năo um cenário de ataques aos pensamentos contrários.

O nome que será apresentado como autor do comentário.
O conteúdo deste campo é privado e não será exibido publicamente.

Outras relacionadas...

PUBLICIDADE

Ontem, 18:07

Feira das Vontades regressa ao Jardim Municipal do Funchal

A iniciativa organizada pela Casa do Voluntário da Madeira abriu hoje e vai decorrer até domingo

PUBLICIDADE

Espaço participação

Acredita que a impunidade acabou em Portugal?

As detenções e os processos em curso em vários sectores políticos que sinal dão da justiça?