último comentário

Conforlimpa não consegue pagar salários

Arresto da facturação impede a empresa de receber dinheiro

23/03/2013 06:45
Fonte: Lusa
4 comentários
Ferramentas
+A  A  -A
Interessante
Achou este artigo interessante?
 

O Tribunal de Vila Franca de Xira mantém o arresto da faturação da Conforlimpa, o que impede a empresa de receber o dinheiro dos devedores para pagar aos mais de 7200 funcionários.

O pedido de insolvência da Conforlimpa (Tejo), com pedido de recuperação do grupo, foi aceite pelo Tribunal de Comércio de Lisboa a 7 de Março e publicado cinco dias depois (13 de Março) em Diário da República, tendo sido dado à empresa 30 dias para apresentar um plano de viabilização.

A decisão devia ter efeitos suspensivos sobre o arresto, mas passados nove dias, o Tribunal de Vila Franca de Xira ainda não decretou o levantamento do arresto da faturação, o que, segundo um comunicado ontem enviado à agência Lusa, pelo administrador de insolvência, está a impedir a empresa de pagar os vencimentos de março aos trabalhadores.

"Por causa disso, a Conforlimpa está completamente privada das suas receitas e impossibilitada de pagar aos trabalhadores, alguns dos quais estão a passar enormes dificuldades", adiantou, por seu lado, o advogado da empresa Artur Marques, à Lusa.

Quanto aos ordenados de Fevereiro, à semelhança de todas as dívidas que a Conforlimpa Tejo tinha até à data da declaração de insolvência, terão de fazer parte do plano de recuperação que a empresa vai apresentar, e que será analisado em assembleia de credores.

A nota assinada pelo administrador de insolvência, José Ribeiro Gonçalves, acrescenta ainda que "todos os credores da empresa", nomeadamente os trabalhadores, devem reclamar os créditos que se encontrem vencidos à data de 7 de Março.

A Conforlimpa requereu a 4 de Março a insolvência, com pedido de recuperação do grupo, como forma de travar o "iminente despedimento" de 7.230 trabalhadores, que não receberam o ordenado de Fevereiro.

A empresa explicou, na ocasião, que a acção era o "único meio" para suspender a execução do arresto da faturação "presente e futura" da Conforlimpa (Tejo), decretada pelo juiz, no processo em que o presidente do grupo, Armando Cardoso, está acusado de fraude fiscal superior a 42 milhões de euros.

A Conforlimpa é um dos maiores grupos empresariais na área da limpeza, tendo sede na freguesia de Castanheira do Ribatejo, concelho de Vila Franca de Xira.

O presidente do grupo empresarial, Armando Cardoso, e mais dez arguidos, estão acusados pelo Ministério Público (MP) dos crimes de associação criminosa e de fraude fiscal qualificada, que terão lesado o Estado em mais de 42 milhões de euros.

Além disso, o MP propôs ainda ao juiz de instrução criminal o arresto preventivo de património de alguns dos arguidos e empresas, por fundado receio de perda de garantias patrimoniais.

Está marcado para segunda-feira um dia de greve e de luta pela falta de pagamento dos salários em frente à sede da Conforlimpa, a partir das 10:00, estando prevista a presença do secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos.

4

Comentários

Este espaço é destinado à construçăo de ideias e à expressăo de opiniăo.
Pretende-se um fórum construtivo e de reflexăo, năo um cenário de ataques aos pensamentos contrários.

-1
updown

como sempre estamos nós os ricos que ganhamos uns miseros 400 e poucos euros a pagar pois os administradorea e cambada de certeza que não tem o salario em atrazo e o mais vergonhoso é que nem uma explicação da parte dos responsaveis.......ainda querem que a gente acredite que vão pagar...MENTIROSOS

0
updown

é triste, tantos bens que a empresa deverá ter cm carros dos directores, etc... e não... o que vão buscar é os salários de quem farta-se de trabalhar e ganha uma miséria!!! este país envergonha qualquer pessoa!

0
updown

ixto e uma tristeza....mais desemprego e mais fome pa milhares de famílias portuguesas,sem 2 ordenados,prestes a entregar suas casas,sem dar de comer as filhos e é mais um caso que o no governo ta se maribando...axo que fazem mto bem...kuando as pessoas xegar ao desespero rouba se e ect etc...uma vergonha,eu já comexo a ter vergonha de ser português!!

3
updown

Mais um grupo que vai pro abismo!
Pena que varios empregos vao juntos...
... e ainda estamos no primeiro trimestre de 2013 !!!

O nome que será apresentado como autor do comentário.
O conteúdo deste campo é privado e não será exibido publicamente.

Outras relacionadas...

Espaço participação

Que soluções para melhorar a mobilidade nas regiões insulares?

Quais as estratégias e as opções políticas a seguir em termos de transportes marítimos e aéreos?