Nota mais baixa de entrada em Medicina foi na Universidade da Madeira (UMa)

Divulgados resultados da primeira fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior

18/09/2011 00:02
Lusa
4 comentários
Ferramentas
+A  A  -A
Interessante
Achou este artigo interessante?
 

Notas mínimas mais altas em Medicina registaram-se nos cursos da Universidade do Porto

A nota mínima de entrada em Medicina subiu este ano para 18 valores, mais um do que no ano passado, indicam os dados do Ministério da Educação e Ciência (MEC).
De acordo com os resultados da primeira fase do concurso nacional de acesso ao Ensino Superior, a nota mais baixa de entrada em Medicina, o curso que tem das médias mais altas a nível nacional, foi 18,02 (em 20), no acesso ao Ciclo Básico de Medicina da Universidade da Madeira.
No ano passado, o mesmo curso teve nota mínima de entrada de 17,82.
As notas de acesso mais altas verificaram-se nos cursos de Medicina da Universidade do Porto: 18,63 na Faculdade de Medicina e 18.55 no Instituto de Ciências Médicas Abel Salazar.
Na Universidade do Minho registou-se a terceira nota mais alta para entrada no curso de Medicina: 18,45.
Para entrar no curso da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, a nota mínima foi 18,35, enquanto em Lisboa a nota mais baixa que permitiu aceder ao curso foi 18,2, na Universidade de Lisboa e 18,12, na Universidade Nova.
Segundo dados do MEC, ficaram colocados 42.243 alunos, o que representa 91 por cento das 46.636 candidaturas válidas.

4

Comentários

Este espaço é destinado à construçăo de ideias e à expressăo de opiniăo.
Pretende-se um fórum constructivo e de reflexăo, năo um cenário de ataques aos pensamentos contrários.

10
updown

Na minha perspetiva o bom doutor, será aquele que contempla um bom relacionamento com os seus doentes, com seus colegas de trabalho, não deixando de ser um bom profissional. De que vale ter 18 e até mesmo um 19 (sabendo de cor a matéria), e não sabe aplica la?! penso que não é nos valores que vemos a qualidade de serviço, mas sim no trabalho.

13
updown

...as medias não fazem o bom profissional, tenho a certeza que alunos com medias de 12, 13, 14, 15, etc, dariam até melhores médicos, o que interessa é a motivação e o gosto pelo curso, inclusive alguns de 11 poderiam terminar o curso com 19...numeros apenas que não fazem a pessoa, e por si só não classificam de bom ou suficiente...conheço um que entrou com media de 11 em Espanha hoje em dia é um medico de 20...

-1
updown

Universidade da Madeira
-Até que enfim,uma boa noticia Com a chegada dos novos alunos vêem novas ideias;
- Para renovação das velhas mentes

-8
updown

Por isto se vê, também, a falta de rigor das instituições públicas na Madeira. Não se dá valor ao esforço, sem recurso a facilitismos.

O nome que será apresentado como autor do comentário.
O conteúdo deste campo é privado e não será exibido publicamente.

Outras relacionadas...

21/07 18:11

Concerto no miradouro do Cabo Girão

Orquestra de Bandolins da Casa da Cultura de Câmara de Lobos deu espectáculo no domingo

Espaço participação

Que análise faz ao estado do sector da saúde na Região?

Faltam vacinas e medicamentos, há razia na ortopedia e noutros serviços, tudo gira em torno do hospital e de uma ampliação contestada. Que importa mudar no sistema? O que falha na organização?