Semana Regional das Artes 2018 continua amanhã com diversas iniciativas

12 Jun 2018 / 17:35 H.

Amanhã, dia 13 de Junho, a Semana Regional das Artes prossegue com um rol de iniciativas artísticas.

Segue o programa previsto para este dia:

10h30: Espectáculo da Modalidade Artística de Cordofones Tradicionais Madeirenses, no auditório do Jardim Municipal do Funchal

A modalidade de cordofones tem como finalidade o conhecimento e experimentação dos instrumentos de cordas dedilhadas e de palheta, tais como Braguinha, Viola de Arame, Rajão, Viola, Viola Baixo e Bandolim, sempre numa linha de orientação para a sensibilização da prática dos instrumentos de Corda Tradicionais Madeirenses, permitindo que os praticantes possam contribuir para a sua divulgação e valorização, sem perderem os seus laços à cultura tradicional madeirense.

Neste espectáculo, participarão 252 alunos dos 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e ensino secundário, oriundos de 12 escolas públicas dos municípios de Câmara de Lobos, Funchal, Machico, Ponta do Sol, Santana e Santa Cruz.

11h30: Espectáculo da Modalidade Artística de Dança, no auditório do Jardim Municipal do Funchal

As Modalidades Artísticas consistem na agregação de várias áreas artísticas, traduzidas em seis áreas performativas e uma na área das artes plásticas. Estas actividades são desenvolvidas no enriquecimento curricular (1.º ciclo do ensino básico) e extracurricular (2.º e 3.º ciclos do ensino básico e secundário). Face a esta oferta artística diversificada, os alunos do ensino genérico têm a possibilidade de experienciarem e desenvolverem competências artísticas mais específicas.

Neste espetáculo da modalidade artística de dança, contaremos com performances de vários estilos e géneros musicais que evidenciam as potencialidades do corpo como elemento artístico, expressivo e criativo, em relação com os outros e com o meio. Participarão neste espetáculo 108 alunos, de 8 escolas dos municípios da Calheta, Funchal, Machico, Ribeira Brava, Santa Cruz, Santana e São Vicente. Este espetáculo encerrará com uma performance interpretada por todos os alunos participantes, tendo por base o tema: “No more sad songs”.

12h00: Charamelas, da EB1/PE/C Eng.º Luís Santos Costa, no auditório do Jardim Municipal do Funchal

“Charamelas” é um grupo musical, formado em 2014 na cidade de Machico, constituído por docentes, não docentes e discentes da EB1/PE/C Eng. Luís Santos Costa, sob direcção técnica do professor Sérgio Guimarães.

Com a pretensão de participar na recriação histórica das vivências coletivas da capitania de Machico, nos primeiros anos de Quinhentos, e após proposta de parceria num projeto “Instrumentos musicais - o Renascimento e a atualidade” de uma estudante de licenciatura em Educação Musical (ISCE), constituiu-se um grupo musical em defesa da nossa identidade cultural, valorizando-a no contexto do património histórico português. Atualmente, sob direção artística do docente Daniel de Jesus, o grupo “Charamelas” tem na sua constituição cerca de 50 elementos. Apresenta um reportório de sonoridades diversificadas, através da interpretação vocal e instrumental, baseada nos espectáculos programados tanto a nível escolar como local e regional.

14h30: Espectáculo da Modalidade Artística de Expressão Dramática, no Teatro Municipal Baltazar Dias

Através da Modalidade Artística de Expressão Dramática, pretende-se proporcionar a descoberta de caminhos mais curtos e mais atuantes para se voltar a um estado de receptividade, de espontaneidade, de libertação da imaginação (mais profícua na infância), ao mesmo tempo que desenvolve na criança o espírito de observação. Através da observação de situações dramáticas, o aluno vai tomando consciência da sua personalidade, das suas próprias reacções e também das suas responsabilidades.

Entre comédias, histórias infantis, jogos de mímica e alegorias dramáticas, subirão ao palco deste espectáculo 82 alunos do 1.º ciclo do ensino básico, pertencentes a 7 escolas, públicas e privadas, dos municípios do Funchal, Câmara de Lobos, Ribeira Brava e Santa Cruz.

16h00: Espectáculo da Modalidade Artística de Teatro, no Teatro Municipal Baltazar Dias

Dando continuidade ao trabalho realizado na Modalidade Artística de Expressão Dramática, desenvolvida no 1.º ciclo do ensino básico, na Modalidade Artística de Teatro acrescenta-se o desenvolvimento, no futuro ator, de um espírito de observação associado ao sentido estético e social da vida.

Assistiremos neste espetáculo a momentos de comédia, musicais e dramático-cómicos. Subirão ao palco 68 alunos, de 5 escolas dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico.

17h30: Exposição colectiva “Retalhos da nossa ilha”, na Assembleia Legislativa da Madeira

Desafiaram-se educadores de infância, professores e artistas plásticos a participarem numa exposição colectiva com uma obra da sua autoria, onde pudessem apresentar a sua visão artística e criativa de elementos que caracterizem as ilhas do Arquipélago da Madeira ou de aspectos relacionados com as tradições, a cultura, o património ou a história.

A exposição, contará com 50 obras alusivas às Comemorações dos 600 Anos da Descoberta das Ilhas do Porto Santo e da Madeira (2018-2019) e ficará patente na Assembleia Legislativa da Madeira.

A inauguração da exposição contará com um momento artístico da responsabilidade dos participantes do Concurso Jovens Artistas 2018 e poderá ser visitada até 29 de junho.

18h00: Espectáculo da Modalidade Artística de Bandas Rock, no palco da Avenida Arriaga

A Modalidade Artística Instrumental proporciona aos alunos das nossas escolas uma vivência e uma prática instrumental, desenvolvendo as potencialidades artísticas, pessoais e sociais, alargando a uma acção comunitária, não só baseada na formação para um sistema de ocupações socialmente úteis, mas também, para a prática e aprendizagem de um instrumento musical. Assistiremos a momentos instrumentais assentes no agrupamento de bandas pop rock com recurso aos seguintes instrumentos musicais: Bateria, Guitarra Elétrica, Guitarra Baixo, Teclado, diversos instrumentos de sopro e voz.

Participarão neste espectáculo cerca de 60 alunos dos 2.º e 3.º ciclos do ensino básico e ensino secundário, de 6 escolas dos municípios de Câmara de Lobos, Funchal, Machico, Ponta do Sol, Santana e Santa Cruz.

19h00: Orquestra de Sopros B da DSEAM, no auditório do Jardim Municipal do Funchal

Este agrupamento foi constituído no ano lectivo 2002/2003, com o intuito de fomentar o gosto pela prática da música de conjunto, albergando diferentes naipes da orquestra, nomeadamente, madeiras, metais e percussão. Estão implícitos também a guitarra eléctrica, baixo eléctrico e o piano. A frequência destas aulas de conjunto possibilita aos alunos participantes a aquisição de novos conhecimentos musicais, metodologias de ensaio e factores de socialização, contribuindo desta forma para a construção integral dos mesmos. A direcção artística da Orquestra de Sopros B é da responsabilidade de Lino Fernandes.