Exposição sobre 60 anos de Madonna até setembro na Faculdade de Letras do Porto

14 Ago 2018 / 06:03 H.

Uma exposição alusiva ao 60.º aniversário de Madonna, com várias dezenas de peças da carreira da cantora pop, vai decorrer até ao final de setembro na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, disse à Lusa o curador.

Segundo o curador da exposição, Sérgio Araújo, a exposição decorre no âmbito do congresso KISMIF (sigla de “Keep it Simple, Make it Fast”, em português “Simplifica, Fá-lo Rapidamente”) que acontece naquela faculdade.

A mostra, iniciada em julho, “pretende celebrar o legado da rainha da pop e os seus contributos para a história da música popular, para a história das mulheres na música”, lê-se no comunicado enviado à agência Lusa.

A artista norte-americana, que atualmente reside em Lisboa, completa 60 anos na quinta-feira.

“Ao todo são várias dezenas de objetos expostos na biblioteca na faculdade”, onde se podem ver desde as revistas Bravo “que vão dos anos 80 aos 90” do século passado, até “postais que retratam alguns momentos” da carreira de Madonna, por exemplo “o Virgin Tour” e aos inícios dos anos 1990 antes do álbum “Erótica”, disse o curador.

Da exposição faz também parte o livro “Sex”, considerado no final do século XX “um dos objetos mais importantes da cultura pop dos anos 90”, revelou Sérgio Araújo.

No âmbito das conferências do KISMIF, coordenadas por Paula Guerra, já decorreu um debate com Lucy O’Brien, autora de uma obra “sobre o papel das mulheres na história da música”, relatou.

A cantora Madonna está a comemorar o 60.º aniversário com uma campanha de angariação de fundos para crianças do Malaui.

No final de julho, Madonna disse à AP que está uma promover uma campanha no Facebook, que termina a 31 de agosto, que permite que os seus fãs doem verbas diretamente para página da cantora no Facebook ou que estes criem a sua própria campanha de angariação.

A totalidade dos donativos angariados destina-se à Fundação Raising Malawi, referiu a agência de pagamentos Ripple, que irá igualar os donativos.

Tópicos

Outras Notícias