Dançando com a Diferença inicia sexta-feira digressão nacional

15 Mai 2018 / 17:43 H.

O grupo Dançando com a Diferença inicia esta sexta-feira, 18 de Maio, mais uma digressão nacional. Saídos de um período de antestreia que deu a conhecer a mais recente criação do grupo ‘HAPPY ISLAND’, com a coreógrafa La Ribot, os Dançando com a Diferença voltam ao seu ritmo de espectáculos pelo país, desta vez com ‘DOESDICON’, uma criação de Tânia Carvalho, artista que em Janeiro e Fevereiro de 2018 foi homenageada em Lisboa com o Ciclo Tânia Carvalho. Mais recentemente apresentou-se na Madeira, no âmbito do Festival Aqui, Acolá.

‘DOESDICON’ é a primeira criação de Tânia Carvalho para uma companhia de Dança Inclusiva e teve a sua estreia absoluta no Teatro Viriato (em Viseu), em Maio de 2017. Foi apresentado no Mudas. Museu da Arte Contemporânea da Madeira (na Calheta) e no Teatro Maria Matos (em Lisboa), sempre com excelente aceitação do público.

Nesta digressão a companhia dirigida por Henrique Amoedo volta a circular pelo país indo ao Teatro Municipal da Guarda (a 18 de Maio), ao Centro de Artes de Ovar (a 25 de Maio) e ao Teatro Cine de Torres Vedras (a dia 26 de Maio). Serão três novas cidades a receber a criação de Tânia Carvalho para o grupo madeirense e será a primeira vez que estarão na Guarda, na programação regular do teatro daquela cidade.

DOESDICON é um espectáculo que tem sido bem recebido pelo público e pela crítica nacional. Nas palavras da autora, “DOESDICON é uma composição para desenho de movimentos fixos, não rígidos, trabalho dos contrastes rítmicos do corpo em deslocação ou não, onde os movimentos fixos são depois libertados, não contra estes mesmos movimentos, não para os apagar, mas para os estender”.

A obra marca o repertório dos Dançando com a Diferença e esta digressão integra o plano de actividades que, pela primeira vez, levou-os a conquistar o apoio da Direcção Geral das Artes para o biénio 2018/2019.

Outras Notícias