Cantor da Madeira Carlos Costa convidado a dar espectáculo nos Prémios Arco-Íris

Artista madeirense luta contra a discriminação com base na orientação sexual

09 Jan 2017 / 14:45 H.

A ILGA Portugal atribui anualmente os Prémios Arco-Íris como forma de reconhecimento a personalidades e a instituições que, com o seu trabalho, se distinguiram na luta contra a discriminação com base na orientação sexual e na identidade de género.

Carlos Costa, cantor natural do Porto Moniz, na Madeira, é convidado a actuar na gala que decorrerá no sábado, dia 14, a partir das 21h30, no Estúdio Time Out do Mercado da Ribeira.

“Poucos artistas em território nacional terão lutado tanto como Carlos Costa na preservação da sua identidade. As críticas e polémicas de que tem sido alvo nos últimos anos, a titulo gratuito na sua grande parte, têm feito justiça ao ditado: o que não te mata, torna-te mais forte”, referem os responsáveis pela imagem do artista.

Carlos Costa, honrado pelo convite, preparou uma apresentação especial para esta noite. A noite contará também com atuações de Rita Redshoes, e do coro CoLeGaS. A festa prolonga-se pela madrugada, com Moullinex, MCDJ e Candy Fur.

‘Survive’ é um sucesso

‘Survive’, o mais recente vídeo de Carlos Costa, é um tema que mantém o fio condutor na estética do artista. Com produção executiva do próprio Carlos Costa (que também assina a letra da canção), conta com a participação de Gonçalo Quinaz. Estreou nas páginas oficiais de Facebook e Youtube de Carlos Costa.

O vídeo pretende ser uma canção de protesto em relação ao dias em que vivemos. Ou melhor, sobrevivemos. Depois de ter dado vida a Tequila, Carlos veste a pele de um jovem rebelde que destrói literalmente a sua vida num turbilhão de péssimas e inconsequentes escolhas. Num “mini-filme” onde a inconsciência e a falta de noção andam “de mãos dadas” com uma tragédia iminente, o cantor e actor reinventa-se.

A edição digital aconteceu no dia 1 de Outubro, Dia Mundial da Música. A música é a linguagem universal, por excelência, e foi no dia em que a celebramos mundialmente que Carlos quis passar esta mensagem. Uma chamada de atenção em relação aos valores actuais, invertidos entre o Ter e o Ser.

‘Tequila’ - o single e vídeo anterior - ultrapassou já o 1º milhão de visualizações. Tornou-se viral - e alvo de críticas - sendo uma paródia às vendas on-line, números de valor acrescentado e linguagem de redes sociais. Entretanto, foi editado digitalmente “Prince (Became a King)”. Pode ouvi-lo aqui ao na capa abaixo.

Tópicos

Outras Notícias